Cuidados com a pele e os cabelos no verão

Curitiba/PR (dezembro de 2014) – O verão começou e, com ele, a temporada de férias, praia, piscina e lazer. Por outro lado, chegam também o ressecamento da pele e dos cabelos, as espinhas e os mosquitos, exigindo atenção redobrada. Mas, com algumas medidas simples, é possível passar por esse período ileso. É o que indica o dermatologista Caio César de Castro, credenciado da Amil em Curitiba. Castro, que é doutor em Ciências da Saúde e professor de dermatologia da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), dá dicas de cuidados para que a combinação entre saúde e diversão seja garantida durante os meses mais quentes do ano.

Dica 1: escolha protetores solares com, no mínimo, FPS 30 e PPD 10

O fator de proteção solar (FPS) protege a pele dos raios ultravioleta B (UVB), que têm ação imediata e costumam causar vermelhidão. Utilizar um filtro solar com FPS 30 significa que a pele levará 30 vezes mais tempo para ficar vermelha do que se estivesse sem proteção alguma. Já o PPD (sigla de escurecimento persistente dos pigmentos) filtra a radiação dos raios ultravioleta A, responsáveis pelo envelhecimento da pele. O mais indicado é que o PPD seja de, pelo menos, um terço do FPS. A reaplicação deve ser feita a cada uma ou duas horas.

Dica 2: hidrate os cabelos e proteja o couro cabeludo

Como a água do mar e da piscina pode deixar os cabelos mais ressecados, o ideal é sempre retirar o cloro e a areia com uma ducha de água, fazendo uso posterior de hidratante para cabelos e condicionador. Já para as pessoas calvas, é imprescindível o uso de bonés, chapéus e filtros solares na região da cabeça.

Dica 3: escolha o repelente de acordo com a sua pele

Para se proteger dos mosquitos, prefira o repelente em spray para as áreas com pelos; gel-creme para peles mistas ou oleosas; e gel para as ultraoleosas.

Dica 4: em caso de gravidez, tenha cuidado com a exposição ao sol

Ao contrário do que muitos afirmam, a exposição ao sol não causa estrias nas mulheres grávidas. As estrias são ocasionadas pelo ganho de peso. No entanto, as grávidas podem manchar o rosto mais facilmente se expostas ao sol e podem registrar queda de pressão por causa do calor.

Dica 5: para evitar espinhas, lave o rosto com frequência

Evite a exposição das espinhas ao sol, pois, com o tempo, a inflamação tende a piorar. Outra dica é lavar o rosto de duas a três vezes ao dia com sabonetes específicos, evitando produtos oleosos e maquiagem excessiva. No verão, o calor aumenta a sudorese e a pele tende a ficar mais oleosa, aumentando as impurezas e a obstrução dos poros.